23
Abr 09
publicado por Gil Garcia, às 09:23link do post | comentar

No sábado, dia 18 de Abril de 2009 realizou-se a sétima jornada dos Sub 12A do segundo torneio da Associação de Futebol de Leiria. O jogo decorreu no Campo  Municipal nº 2 de Porto de Mós, entre a Associação Desportiva Portomosense (ADP) e o Atlético Clube Marinhense (ACM).

 

Início da partida - A  primeira oportunidade pertenceu ao ACM,  mas o golo inaugural da partida foi nosso, depois de um canto marcado do lado direito em à relação da baliza do ACM, com um atleta da ADP  que é esquerdino a converter com o seu melhor pé (1-0). O jogo continuava,  a "Marinha"  não conseguia sair de perto da sua baliza e foi com naturalidade que chegámos ao segundo golo, com um remate efectuado rente ao chão e junto ao poste (2-0). Estava feito o resultado com que se chegou ao intervalo. A diferença pecava por escassa, tal tinha sido a  nossa superioridade. É de salientar, que nesta primeira parte, o formador Quim-Quim fez com  que todos os jogadores de campo entrassem no  terreno de jogo, só o Guarda-redes suplente que compõe a equipa esperou pela segunda parte para jogar.

 

No intervalo - Os pais e familiares dos atletas Sub 12A, aproveitaram e lá foram comer as já afamadas bifanas e/ou, comer uma maçã de excelente qualidade, que o nosso amigo Isaac  faz questão de oferecer em todos os jogos do seu filho, que é atleta da ADP e pertence a esta equipa.

Enquanto isto, os formandos de cada equipa escutavam as instruções que lhe eram transmitidas por cada um dos seus treinadores/formadores. 

 

Segunda parte - Foi o ACM que marcou primeiro, depois de uma perda de bola a meio campo por parte da ADP, com o atleta da "Marinha",  a fazer com que a bola passasse por cima do GR, quando este saía ao seu encontro, reduzindo assim a diferença para um só golo (2-1). Com a reposição da bola no centro do terreno, um jogador nosso, logo na primeira jogada cruza para a grande área e um atleta do ACM faz auto-golo (3-1). O azar de uns é a sorte de outros. O quarto golo da nossa colectividade surgiu da marcação de uma falta perto da grande área e, o "homem" das bolas "paradas" marca directo quando os adversários pensavam que ele ia cruzar , conseguindo assim um bonito golo (4-1).

Em dois minutos de jogo, ambas as equipas marcaram três golos!

Ainda no decorrer  do jogo, o ACM reduziu na transformação de um livre com marcação directa à baliza (4-2) . Contudo, o nosso atleta das bolas "paradas", o esquerdino que marcou na primeira parte, como estava de pé "quente"  fez mais um golo, fixando o resultado final em cinco a dois.

Ganhou a melhor equipa em campo e os árbitros não foram contestados por nenhum elemento. 

Uma palavra de agradecimento para o núcleo de árbitros de Porto de Mós pela colaboração gratuita e isenção que é de enaltecer. 

 

Atletas - ESTUDEM mais e o melhor que consigam, já falta pouco para acabar o vosso ano lectivo.   

 

Para os atletas da ADP, das diferentes modalidades que se encontrem lesionados desejo-lhes as rápidas melhoras. 

 

Deixo algumas imagens do jogo  

      

Gil Garcia 


18
Abr 09
publicado por Gil Garcia, às 12:55link do post | comentar | ver comentários (5)

No Sábado, 4/04/2009 realizou-se a 6ª jornada do 2º torneio dos sub12A da Associação Desportiva Portomosense (ADP) com deslocação ao Campo da Mata -Quinta do Sirol - Santa Eufémia, para defrontar a União Desportiva de Leiria (UDL).

Às dez  e cinco minutos chegámos, formadores e atletas da ADP são abordados por alguém da UDL e avançam em corrida para os balneários.

Afinal qual era a razão desta súbita correria?

No dia 13/02 saiu o calendário do 2º torneio dos sub-12, e poucos dias depois, a UDL entrou em contacto com a Associação de Futebol de Leiria (AFL), pedindo a alteração da hora do jogo das onze para as nove e trinta minutos, pois no mesmo campo e para aquele dia estavam marcados vários jogos de escalões diferentes.

A  AFL no dia 17/02 deu conhecimento da alteração à ADP, mas por alguma razão os formadores e atletas não eram conhecedores deste facto. Como pai de um atleta desta equipa e sócio da ADP, quero aqui AGRADECER às pessoas da UDL a disponibilidade demonstrada na realização do jogo para não ganharem por falta de comparência. O jogo teve menos dez minutos no total, é verdade, mas os atletas de ambas as equipas fizeram uma das coisas que mais gostam, praticar futebol.

"Quem nunca errou que atire a primeira pedra", às pessoas envolvidas neste erro da ADP, a todos lhe reconheço dedicação.

Voltemos ao campo e ao dia do jogo. Começo rapidamente a preparar a máquina para filmar  (tenho que justificar o dinheiro que gasto como "camara- man" do meu filho e da equipa :-) ) e, educadamente, uma Sra. vestida com um fato de treino da UDL diz-me: 

-  Não pode filmar, tinha que ter pedido previamenta à direcção da UDL.- Apontando em seguida na direcção de uma placa que diz isso mesmo!!!

Estranhei, pois como tenho um filho mais velho e, há onze anos que vou registando os jogos dele e do irmão mais novo, para que eles e os colegas fiquem com uma recordação, nunca tal situação me tinha acontecido. Mas na casa de cada um manda quem pode.

Várias vezes, no fim dos jogos, directores e familiares dos clubes adversários da ADP,  pedem-me se lhe cedo uma cópia para que os seus atletas fiquem com uma recordação e os clubes fiquem com imagens para historial. Outras vezes, sou eu que ofereço sem que ninguém me peça. Numa ou noutra situação, NUNCA levei um cêntimo a nenhum clube ou adepto, como são testemunhas os familiares da equipa de Juvenis-B da UDL que me pediram uma cópia em dvd do jogo realizado a 07/03/09,  em Porto de Mós, na divisão de honra da AFL.

 

Posto isto, faço a análise das equipas em confronto e da partida. 

 

ADP Já jogam há vários anos juntos,mas só este ano começaram a treinar duas vezes por semana, pois nas épocas anteriores só treinavam uma vez.. Tacticamente é uma equipa de cariz ofensivo, joga em progressão rápida, usa processos simples mas objectivos e faz o que mais difícil existe no futebol, jogar ao primeiro toque.

UDL Treina trêz vezes por semana e há vários anos, tacticamente é de cariz ofensivo, faz um jogo bastante apoiado e em toda a largura do campo, abrindo assim brechas nas defesas contrárias e é tecnicamente evoluída.

Ambos os formadores conheciam os adversários pelos blogs de cada colectividade. Nós expomos imagens e textos e eles expoem-se com fotografias e texto. 

 

Inicio do jogo - Com duas equipas ofensivas o jogo é agradavel de seguir  sem que as oportunidades de golo sejam evidentes. Na marcação de um pontapé de canto a nosso favor,  um atleta da UDL corta a bola para fora da grande área, mas para a zona frontal à baliza, onde aparece um jogador adversário que remata com força e bem direccionado, fazendo um grande, grande golo, dando assim vantagem à ADP. A UDL circula bem a bola entre os seus jogadores e em toda a largura do campo o que é bonito de se ver, mas o nosso sector defensivo está bem e numa transição rápida defesa-ataque, o nosso atleta mais avançado roda sobre o seu corpo, escapa-se ao seu marcador directo, com a bola controlada, apenas com o guarda-redes (GR) pela frente e a baliza à sua mercê, quando o central da UDL comete uma falta por trás dentro da grande área. É grande penalidade, o jogador chamado para a conversão marca como vem nos compêndios,  bola rasteira, com força e junto ao poste. De nada valeu ao GR da UDL adivinhar o lado da marcação. 

Estava feito o 0-2,  resultado com que se chegou ao intervalo.

 

E logo um adepto e/ou familiar de um atleta da UDL (espero que não seja colaborador ou director) grita a bons pulmões e em tom pouco simpático para o árbitro que era da casa e de nome Paulo:

- Ó Paulo, tu vê lá isso, pá! 

Resposta do tal Paulo encolhendo os ombros.

- Não tenho culpa, o que queres que eu faça?

 

Início da segunda parte - A UDL tem que ir à procura dos golos. Balanceia-se no ataque e corre mais riscos, consegue reduzir através da marcação de um livre à entrada da área e o placar passa a registar 1-2. Os da casa continuam com o futebol vistoso mas sem ser objectivo e com o avançar no terreno a sua retaguarda estava desprotegida. O seu GR  vem fora da grande área para aliviar a bola, mas perde-a para um atleta da ADP que a coloca num companheiro que a atira para a baliza deserta, mas falha, esteve a vista o terceiro golo. O jogo continuava e as jogadas de perigo para a ADP também. O central da UDL está sozinho com o seu GR na grande área, deixa a bola bater no peito mas para que esta não salte para os dois adversários que se encontravam perto, utiliza as duas mãos, de nada valeu aos nossos atletas "reclamarem" grande penalidade, o arbirtro diz-lhe que o atleta pós as mãos para se proteger ("Ó Paulo, tu vê lá isso, pá) !!!  Os jogadores da UDL continuam a fazer pela "vida". Perto da nossa área, um atleta deles adianta muito a bola, o nosso atleta tenta-lha tirar, mas vê que vai chegar tarde e recua de imediato para  evitar a falta. O jogador da UDL, sem qualquer  toque deixa-se cair e o árbirtro assinala falta!!! Na marcação do livre, um jogador da ADP corta a bola com o pé, mas esta ressalta num adversário e entra na nossa baliza, estava feito o empate, pouco tempo depois o árbitro dá a partida por terminada. 

 

Algumas notas:

1 - Os atletas e treinadores da UDL foram correctìssimos.

2 Não entendo o sr. " Ó Paulo, tu vê lá isso, pá" . O árbitro teve falhas, mas com srs. destes por perto quem não falha. Depois do jogo e no bar anexo ao recinto, este sr. questionava o Sr. Paulo em tom intimidatório sobre as incidências do jogo!!!

3 - Pela primeira vez vou individualizar dois atletas da ADP. Faço-o porque todos os outros já brilharam no resumo das imagens que aqui vou deixando, mas estes aparecem geralmente quando algo corre mal para a equipa, são os defesas. Estou a falar do Zé Pedro e do André Lourenço, grandes atletas e enormes companheiros.

4 Atletas, bom terceiro período escolar e estudem.                       

 

                                                                                                    Gil Garcia


17
Abr 09
publicado por Andebol MINIS, às 11:20link do post | comentar | ver comentários (2)

No dia 6 de Abril, pelas 15 horas partimos em direcção à Nazaré, onde participamos no torneio de andebol, que contou com a participação de 68 equipas, distribuídas por 32 clubes. Fomos com o objectivo de nos divertirmos, conhecer novos colegas da nossa modalidade, e acima de tudo ganharmos mais experiência. Falando da nossa equipa, que começou na época anterior, também curiosamente num torneio (em Leiria) no qual ficamos em último lugar, este ano resolvemos levar os juvenis a mais um torneio de nível nacional, por onde já passaram grandes nomes do andebol nacional (casos de Inácio Carmo, Tiago Silva, etc.).

foto: http://andebolmafra.blogs.sapo.pt/

 

Quanto ao torneio, no dia 6, começamos com uma equipa espanhola, onde tivemos pela frente, uma defesa típica espanhola, muito aguerrida e a jogar no limite da falta, mas com o decorrer do jogo, adaptamo-nos e conseguimos quase fazer uma gracinha, ao perder-mos por apenas 2 golos. No 2º dia, jogamos 1º com o Ismai, uma equipa da 2ª divisão nacional, onde a equipa foi claramente superior, embora tivéssemos sempre com atitude para dar a volta ao jogo, mas tal não aconteceu. Neste mesmo dia, mas a tarde, jogamos o jogo mais apetecível, dado que era com o Belenenses, equipa que acabou a fase regular da 1ª divisão nacional em 1ºlugar. Entramos bem no jogo, aguentando até ao máximo, mas a qualidade da equipa adversária foi superior, no entanto a nossa atitude foi mais uma vez reconhecida pelo próprio treinador da equipa do Belenenses. Chegando ao último jogo da fase de grupos, contra a equipa do Mafra, equipa que esteve quase a garantir a passagem ao campeonato nacional 2ª divisão, queríamos dar tudo, para tentar uma vitória, mas tal não aconteceu, a nossa equipa esbarrou quase sempre num dos melhores guarda-redes do torneio, mas como o Mafra referiu no seu próprio blogue, «O Portomosense foi uma equipa aguerrida e empenhada».

Não conseguida a vitória na fase de grupos, tivemos que ir disputar um lugar entre o 17º e 19º lugar da classificação geral, onde nos começou por calhar a equipa da Académica de Coimbra, sobre a qual obtivemos a 1ª vitória, apesar de só ter sido conseguida nos últimos 20 minutos, quando a nossa equipa começou a defender individualmente 2 elementos adversários e a ganhar bolas para contra-ataques eficazes. Terminamos o torneio com a equipa do Águeda, perante quem fizemos o nosso pior jogo do torneio.

Como resultado final, penso que a equipa comportou-se a medida dos objectivos, e agora vamos concentrarmo-nos no campeonato, porque já falta muito pouco para terminar, e continuamos em 1ºlugar, só com vitórias. Aqui deixo a classificação geral do torneio:

2ºCorvera(Esp)
3ºOlhanenses
4ºFafe
5ºAC Sismaria
6ºCovadonga A(Esp)
7ºISMAI
8ºDom Fuas
9ºSpoting Cp.
10ºMafra
11ºAc. Porto
12ºLusitanos
13ºCovadonga B(Esp)
14ºAzabache (Esp)
15ºE. Vigorosa
16ºCister
17ºÁgueda
18ºPortomosense
19ºAc. Coimbra                                                                       por: Alexandre Mateus

pesquisar
 
arquivos
2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO