02
Dez 08
publicado por Paulo Jerónimo, às 00:01link do post | comentar

 

 A. BENEDITENSE C.D. (1) - (2) A.D. PORTOMOSENSE

(Ao intervalo: ABCD 1 - 0 ADP) 

 

Árbitro: João Mendes .

 

Marcadores:  Beneditense  - Batuto 

                        Portomosense - Pedro Órfão e Bruno Francisco.

 

********************************

 

Foi relativamente cedo no jogo que a equipa da casa comemorou o primeiro golo da partida, abrindo assim o marcador. Sérgio, traído pelo relvaldo molhado e escorregadio, não consegue em desiquilíbrio  evitar o primeiro e único golo do Beneditense.

 

A Partir daqui foi ver o Portomosense a correr atrás do prejuízo, corrida essa que se viria a demonstrar uma verdadeira maratona, num jogo bem disputado de parte a parte.

Sai-se para intervalo, e a ADP perdia por uma bola à zero (1-0).

A noite era extremamente fria, a chuva teimava em marcar presença, e é com este clima atmosférico que se  regressa e continua para a segunda parte.

Já o ambiente em campo, tal como nas bancadas era mais acolhedor, iam fazendo a festa os adeptos da A. Beneditense C.D.

A equipa do Portomosense não desarma, procura o golo do empate, executa alguns bons rasgos de ataque, mas, não estava fácil. O tempo passa, e concretizar era o mais difícil. Entretanto defensivamente, a ADP soube garantir e travar os tentos do Beneditense.

 

E é Por volta dos 20 minutos finais que a história do jogo começa entrar num novo capítulo. Desta feita Pedro Órfão não perdoa a oportunidade, e está feito o golo do empate, era assim reposta finalmente a justiça no marcador.

 

Mas nem por isso o Portomosense baixa a guarda após este tão procurado golo do empate, e num espirito continuo de entreajuda e entrega ao jogo já característicos na formação de Rui Bandeira, a persistência da ADP colhe novamente frutos.

 

 É de Bruno Francisco o segundo golo para o Portomosense, que só não surpreendeu a nossa própria equipa em campo, pois já nas bancadas...

Era um balde de água fria para os adeptos da Benedita, e a euforia  dos portomosenses que acompanharam a equipa, e que após mais de uma hora a perder, com o marcador em branco, festejavam em poucos minutos uma reviravolta do resultado.

 

A nossa equipa acreditou sempre, e conseguiram! Com muito esforço e vontade, lá viraram o resultado contra o perseguidor directo. Assim saímos da Benedita premiados. Merecidamente, à distanciarmo-nos na liderança da classificação.

 

Parabéns rapazes!

#: Ninguém para a ADP, olé oh!

pesquisar
 
arquivos
2019:

 J F M A M J J A S O N D


2018:

 J F M A M J J A S O N D


2017:

 J F M A M J J A S O N D


2016:

 J F M A M J J A S O N D


2015:

 J F M A M J J A S O N D


2014:

 J F M A M J J A S O N D


2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO