20
Mar 09
publicado por Gil Garcia, às 14:56link do post | comentar

A décima terceira  jornada dos Juvenis de futebol da ADP,  que disputam um lugar na divisão de honra da AF Leiria, realizou-se no passado sábado 7 de Março no Campo nº2 de Porto de Mós , tendo como adversário a União Desportiva de Leiria.

 

A  ADP entrou bem no jogo, a pressionar em todo o campo, com uma grande entreajuda de sectores que resultavam em jogadas de ataque bem delineadas. A  UDL foi assim obrigada a recuar no terreno e, com frequência, recorreu a faltas na entrada da sua área  para travar o ascendente da equipa da casa. O golo obtido de cabeça pelo jogador Portomosense, surgiu da marcação de uma dessas faltas. A fragilidade da defesa  contrária era notória,  principalmente dos centrais que não ganhavam uma bola no ar, com o melhor jogador  da UDL  a ser um ex-formando da ADP (o Juncalense Peralta).

O jogo continuava e o segundo golo esteve iminente, mas por esta ou aquela razão a bola não entrou, e as poucas jogadas ofensivas dos forasteiros eram facilmente anuladas  pela  nossa defesa. Ao intervalo o marcador era de 1-0 , para a ADP.

 

Na segunda parte  tudo se alterou, a UDL toma conta do jogo e marca dois golos  já perto perto do final da partida. O primeiro, foi obtido a partir de um livre frontal à baliza, já o segundo, foi uma falha de dois  atletas da ADP na intersecção da bola, traindo assim o seu guarda-redes, com o esférico a bater no solo à sua frente e a passar-lhe por cima da cabeça. Estava feito o resultado final.

ADP 1 - 2 UDL.   Tínhamos perdido o jogo.

 

Deixo aqui algumas notas.

 

Nota 1 - aos Juvenis

A impressão com que se fica ao ver-vos jogar, é a de  que uma crassa  "falta de alegria" se apoderou de vós. À titulo de exemplo, quando ainda se encontravam em vantagem na primeira parte, fica no ar a ideia que são um grupo mais por obrigação do que por devoção.

Não quero com isto dizer que tenham mau balneário. No fundo é natural que o dinamismo não seja elevado quando a alegria é pouca, e de resto é compreensível que o desanimo se abata sobre qualquer equipa.

No entanto, são vocês (formadores e atletas) que devem analisar a situação, e certamente que o director da formação e a direcção da ADP estão disponíveis para vos ajudar.    

É do conhecimento dos adeptos que o vosso valor é superior ao lugar que ocupam na classificação geral.  Mas nada que um almoço ou jantar em conjunto, com um diálogo aberto e franco não resolva. 

Vamos, vamos! Estamos todos convosco.

 

Nota 2 - à autarquia

É, no mínimo, frustrante a situação que se vive pelas equipas de formação relativamente aos campo de jogo onde têm de executar as provas. O piso do Campo  Nº 2  (o pelado)  necessita de mais uma ou duas camadas de areia, e  parte dessa areia até está já no recinto, mas em monte... Será que a entidade camarária acha que não vale a pena gastar dinheiro ali porque temos em Porto de Mós um sintético? Pergunto.

Já no campo sintético, é o "molho de brócolos"  conhecido. A questão dos balneários nem ata nem desata, e a questão da linha de alta tensão. Questões que pelo visto inviabilizam a  homologação de provas federadas.

Resumindo e concluindo, temos assim dois locais para jogar à bola, mas não temos nenhum campo de futebol ACABADO!

Entretanto atletas e jovens em formação vão praticando futebol em condições nada condignas, que não só lhes prejudica a própria execução técnica/táctica inerentes à modalidade, como lhes acrescenta mesmo a sobrecarga de cuidados redobrados com lesões e deformações  físicas para os atletas, próprias da prática em campos pelados, ainda por cima em mau estado. E um campo sintético alí tão perto... 

Longe de ser uma análise politica, o que escrevo são factos. Apela-se aqui a sensibilidade da autarquia.

 

Nota 3- aos responsáveis

O campo nº 2  deveria ser preparado (gradado) todos os dias para os treinos. A marcação desse campo é irrisória. Mesmo que não quisesse, o vídeo que se segue acaba por denunciar isso, e de facto, só visto...

A má imagem com que os clubes e adeptos adversários ficam aquando dos confrontos,  e isso é notório para quem se desloca aos jogos, não é de quem é responsável, nem de quem faz a marcação, mas é da Associação Desportiva Portomosense.

__________

Ficam então algumas imagens do jogo.

 

       

Gil Garcia


pesquisar
 
DADOS & DOWNLOADS
arquivos
2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


blogs SAPO